Carteira de trabalho: comemoração e tristeza ao mesmo tempo

0
162

Por Pe. Paolo Parise, Missão Paz

Terminou em 13 de março de 2015 o mutirão de emissão de carteira de trabalho em São Paulo para haitianos.

Como planejado, está encerrada esta etapa. A próxima seria um convênio entre o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e a Prefeitura de São Paulo para emissão de carteira de trabalho às outras nacionalidades, reduzindo assim os tempos de espera.

Migrantes (a maioria haitianos) fazem fila em mutirão na Missão Paz para emissão de carteiras de trabalho. Crédito: Miguel Ahumada
Migrantes haitianos fazem fila em mutirão na Missão Paz para emissão de carteiras de trabalho.
Crédito: Miguel Ahumada

Também no dia 13 foi publicada no DOU a Portaria do Ministério do Trabalho nº 275, de 12/03/2015. Ao ler o texto mistura-se alegria e tristeza. Alegria por abrir a possibilidade de descentralizar este processo. Tristeza pois beneficiará somente imigrantes haitianos e senegaleses. E os outros?

Ao ler o texto podem ser encontradas estas motivações “em razão do alto volume de imigrantes dessas origens na cidade de São Paulo” – como se os outros não tivessem urgência em conseguir um emprego! E fico pensando nos muitos rostos de sírios e congoleses, entre outros. Lembro da última conversa com o sheikh Maruf e a descrição de uma mesquita lotada de sírios…

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.