CICV e Médicos Sem Fronteiras promovem exposições em SP e PR

0
208

Se você está em São Paulo ou em Curitiba, este fim de semana marca o começo de uma bela oportunidade de conhecer o trabalho e a história de duas das organizações humanitárias mais respeitadas do mundo, a Cruz Vermelha e a Médicos Sem Fronteiras. Saiba um pouco mais sobre cada um dos eventos – ambos com entrada gratuita.

Em SP, Cruz Vermelha expõe seus 150 anos de ação humanitária

Fundada em 1863, a Cruz Vermelha é a organização humanitária mais antiga do mundo e tem ou já teve atuação-chave em uma série de crises humanitárias e conflitos armados ao redor do mundo. E parte dessa trajetória pode ser conhecida por meio da exposição fotográfica “150 Anos de Ação Humanitária”, que começa neste sábado (5) e fica aberta ao público de 6 até 21 de abril no Memorial da América Latina, em São Paulo. Veja mais informações no serviço ao final do post.

Foto integrante da exposição, na qual mães relembram seus filhos desaparecidos na Armênia, durante a Guerra de Nagorno-Karabakh (1988-1994). Crédito: Boris Heger/CICV
Foto integrante da exposição, na qual mães relembram seus filhos desaparecidos na Armênia, durante a Guerra de Nagorno-Karabakh (1988-1994).
Crédito: Boris Heger/CICV

Em mais de 60 fotos, a mostra retrata o trabalho de assistência e proteção à vida e à dignidade das vítimas de conflitos armados e outras situações de violência – geradoras de deslocados e refugiados ao redor do mundo. Assim, o público poderá conhecer os primórdios da ação humanitária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) durante a guerra entre a Rússia e a Turquia; a ajuda às vítimas das duas Grandes Guerras Mundiais e ao longo das décadas em diversos países, como o Iêmen, Vietnã, Etiópia e Nigéria, além dos conflitos mais recentes que abalam o mundo, como o da Síria e o da República Centro-Africana. Na América do Sul, a primeira atuação do CICV foi durante a Guerra do Chaco, entre a Bolívia e o Paraguai, nos anos 1930.  Material audiovisual também estará disponível para o público.

Uma das imagens que serão expostas na Mostra, da atuação do CICV durante a Guerra do Chaco. Crédito: CICV
Uma das imagens que serão expostas na Mostra, da atuação do CICV durante a Guerra do Chaco.
Crédito: CICV

Se a organização não tem poder para mudar o curso ou mesmo evitar mais situações, ao menos consegue atenuar os efeitos e servir como apoio às vítimas de desastres naturais ou das guerras causadas pela intolerância e estupidez humana.

Saiba mais sobre a Cruz Vermelha na página em português da entidade.

Exposição da Médicos Sem Fronteiras sobre refugiados chega à Curitiba

Após passar por São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, agora é a vez de Curitiba receber a mostra Campo de Refugiados no Coração da Cidade, organizada pela Médicos Sem Fronteiras (MSF). Ela ficará próxima à famosa estufa do Jardim Botânico da capital paranaense.

Foto de barraca usada em campos de refugiados, durante a passagem da mostra da MSF por São Paulo  (esse espaço costuma ser ocupado por até 20 pessoas). Crédito: Rodrigo Borges Delfim
Foto de barraca usada em campos de refugiados, durante a passagem da mostra da MSF por São Paulo (esse espaço costuma ser ocupado por até 20 pessoas).
Crédito: Rodrigo Borges Delfim

A exposição é, sobretudo, um convite à realidade de mais de 15,4 milhões de refugiados e 28,8 milhões de deslocados internos que deixaram tudo para trás em busca de segurança. E também uma forma de conhecer, quase que na prática, o trabalho humanitário realizado nesses contextos durante visitas guiadas pelos profissionais da Médicos Sem Fronteiras.

Quer ter uma ideia do que te espera na exposição? Dê uma olhada aqui. E acesse também o site da Médicos Sem Fronteiras para saber um pouco mais e melhor da história e das atividades da organização.

Serviços

Exposição 150 anos de Ação Humanitária (CICV)
Data:
05 de abril, das 17h às 20h (apenas para convidados)
De 06 a 21 de abril, das 9h às 18h (de terça a domingo)
Local: Salão de Atos Tiradentes, Memorial da América Latina
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, São Paulo
Entrada: gratuita

Mostra Campo de Refugiados no Coração da Cidade (MSF)
Data: De 04 a 13 de abril, das 9h (primeira visita guiada) às 16h (última visita guiada)
Local: Jardim Botânico de Curitiba – próximo à estufa
Entrada: gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.