Ensaio: Tanabata Matsuri atrai multidão e pedidos para as ruas da Liberdade

0
412
Tanzakus carregam os pedidos do público que vai ao Tanabata 2017. Crédito: Kim S.M/MigraMundo

Festival chega à 39ª edição em São Paulo e é reforçado pela presença da comunidade japonesa na cidade

Fotos de Li Berbusco e Kim S.M
Em São Paulo (SP)

A comunidade japonesa e admiradores da cultura do país compareceram em peso às ruas do bairro da Liberdade, em São Paulo, para mais uma edição do Tanabata Matsuri (Festival das Estrelas) neste final de semana (15 e 16/07).

Organizadores estimam que a festa na capital paulista atraia cerca de 100 mil pessoas anualmente – em 2017 o Tanabata Matsuri na Liberdade chegou à 39ª edição. Outras cidades com grandes colônias de japoneses e descendentes também organizam o evento – em 2014, o MigraMundo acompanhou o Tanabata de Ribeirão Preto (SP).

O que é o Tanabata Matsuri?

Segundo uma antiga lenda, que vem atravessando gerações, havia uma princesa tecelã chamada Orihine, que morava perto da Via Láctea, filha de Tentei, poderoso deus do Reino Celestial. Um dia se apaixonou pelo pastor de gado Hikoboshi (também chamado de Kengyu), com o aval do do pai da moça. Mas logo os apaixonados deixaram de cumprir suas tarefas e obrigações devido a este amor tão forte. O pai de Orihine, indignado com a falta de responsabilidade do jovem casal, decide puni-los separando-os em lados opostos da Via Láctea (ou rio Amanogawa na mitologia oriental). Porém, deu aos jovens a possibilidade de se encontrarem uma vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar, condicionando o encontro ao cumprimento de uma ordem sua: atender aos pedidos vindos da Terra.

Esses pedidos são escritos em tiras coloridas de papel chamadas de tanzakus e penduradas em ramos de bambu. Ao final do dia ou do evento, queimam-se todos ramos, pois acredita-se que a fumaça carregará consigo tudo o que lhe foi solicitado, alcançando no céu o casal apaixonado.

Veja o significado de cada cor:

Amarelo = Dinheiro
Azul = Proteção e Saúde
Branco = Paz
Laranja = Felicidade
Rosa = Amor
Verde = Esperança
Vermelho = Gratidão

A data deste festival varia entre as regiões do Japão. Ele geralmente ocorre entre 7 de julho e 7 de agosto de cada ano. Acredita-se ainda que se no dia do reencontro estiver chovendo, Orihime e Hikoboshi não conseguem atravessar a Via Láctea. Logo, o encontro só poderá acontecer no ano seguinte.

Em São Paulo, pelo menos, o Tanabata foi em um final de semana com muito sol…

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.