Experiência de retorno de migrantes é tema de dossiê da Remhu

0
261

Seja para estudiosos ou apenas interessados nas migrações, a Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana (Remhu) é uma importante referência na área. O periódico é uma publicação semestral do Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios (Csem) e visa oferecer análises interdisciplinares, amplas e aprofundadas de temas ligados às migrações contemporâneas, sempre tendo como princípio a promoção dos direitos humanos.

homepageImage_pt_BR

A edição atual (41), publicada em dezembro e já disponível no site da revista, conta com o dossiê “Retorno e Circularidade“, que traz artigos e resenhas sobre experiências de retorno de migrantes em diferentes regiões do mundo (incluindo o Brasil). E até 28 de fevereiro de 2014 podem ser enviados artigos para a edição 42 da revista, que abordará Migrações e Juventude.

Em junho, foi lançado o dossiê “Migração e Saúde”, focado em especial nas dificuldades que os imigrantes enfrentam no acesso e uso dos serviços públicos de saúde. O material acabou coincidindo com o início do Programa Mais Médicos, que trouxe profissionais de outros países para ocupar vagas abertas em áreas carentes do Brasil. A medida, embora emergencial e longe de poder acabar com os problemas de saúde pública do país, foi encarada de forma muito negativa pela maior parte da classe médica brasileira – gerando inclusive manifestações xenofóbicas contra profissionais do exterior selecionados para servir no Brasil.

Já no dossiê anterior, “Migrações e Dados Estatísticos”, a edição se dedicou a responder a algumas perguntas sobre a intensificação dos deslocamentos humanos: essas afirmações fundamentam-se em dados estatísticos coletados cientificamente? Quais são as fontes de mensuração das migrações? Trata-se de fontes confiáveis? O que pode e o que não pode ser mensurado?

Essas e outras edições da Remhu, bem como os artigos em outros idiomas (inglês, espanhol, francês e italiano), podem ser lidos e baixadas também por meio do portal SciELO Brasil, uma das bibliotecas eletrônicas mais importantes da América Latina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.