Não custa lembrar: deve-se respeitar a diversidade

0
357

O Brasil é um país conhecido internacionalmente pela sua diversidade, mas existem pessoas que preferem ignorar, repudiar e até mesmo combater essa característica. Ou ainda resolvem descontar suas frustrações e colocar como culpado um certo “outro”, que lhe parece diferente ou estranho.

Especialmente em tempos de nervos aflorados por questões políticas, não custa lembrar: o respeito ao outro, independente de quem seja, é um valor suprapartidário, universal, que fica acima de qualquer crença, gênero, classe social, posição política ou origem. Mesmo assim, ainda é possível ver manifestações de ódio, em especial contra nordestinos, nas redes sociais.

Por isso, a mensagem do Ministério da Justiça partilhada também nas redes sociais é clara: assim como quem cria, quem compartilha um conteúdo de ódio e preconceito também pode ser responsabilizado criminalmente. A Lei nº 7.716/89 pune com reclusão de um a três anos o racismo e outras formas de preconceito.

Diversidade, a maior riqueza do Brasil. Crédito: Ministério da Justiça
Diversidade, a maior riqueza do Brasil.
Crédito: Ministério da Justiça

Você pode fazer sua denúncia junto à Polícia Federal ou à ONG Safernet Brasil. Não é necessário se identificar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.