O que é ser imigrante? – colaboração de Víctor Gonzales Linares

0
401

O peruano Víctor Gonzales Linares, 36, é o segundo personagem da série O Que É Ser Imigrante? Natural de Arequipa, segunda maior cidade do Peru, chegou no Brasil há 14 anos e atualmente vive em São Paulo, onde trabalha como tradutor profissional.

Víctor se define como um apaixonado por tradução literária e produção editorial. Esse lado, inclusive, fica bem evidente no estilo adotado por ele no texto especial para o MigraMundo. Ele é responsável pelo blog El Heraldo de la Traducción, que traz artigos, notícias e novidades sobre a área.

Esta não é a primeira colaboração de Víctor para o MigraMundo. Em parceria com Alexandre Pereira Alves, ele já escreveu sobre a Festa do Señor de los Milagros, considerada um marco da cultura peruana e latino-americana.

À procura da revolução de si próprio

Ser imigrante é uma pessoa de alma trincada que vai pelo mundo, uma alma insatisfeita que procura crescimento sempre, seja espiritual, econômico ou de conhecimento.

O imigrante sai de seu país como um ato de insatisfação, um ato contra o sistema à procura da revolução de si próprio.

O imigrante larga o melhor que tem, a família e sua terra, à procura de um bem maior para si e, em muitos casos, para os seus também.

O tradutor Victor Gonzales durante visita a uma livraria em Lima, Peru Crédito: arquivo pessoal
O tradutor Víctor Gonzales durante visita à livraria El Virrey, em Lima, Peru
Crédito: arquivo pessoal

Como imigrante, me dou de cara todos os dias com outros imigrantes por ruas e outros diferentes lugares, alguns pontos de encontro que eles procuram para ‘matar a saudade’. Uma das coisas que mais me surpreende, é ver neles rostos de guerreiros, de lutadores, alguns sofrendo, outros triunfantes, mas todos com um ‘olhar de imigrante’. Sim, depois de ver gravações, especificamente um vídeo produzido pelo Museu da Imigração pude perceber esses olhares e comprovar esses olhos de guerreiros nas ruas, em reuniões, em conversas entre amigos etc.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=LBBHujFJcx8]

O olhar, é um olhar de gente que não é daqui e não é de lá, suas terras natais; olhares profundos que escondem historias e anedotas das mais singulares possíveis, que vão de tristes acontecimentos a gloriosas vitórias.

Ser imigrantes é um parto, sim, um parto doloroso para uma vida nova com uma língua nova em uma realidade nova, com novos amigos, novas situações, mas carregados de um passado que com o passar do tempo só aumenta.

Ser imigrante é falar uma língua nova carregada de sotaque aqui e uma língua materna carregada de sotaque lá. É ser estrangeiro na tua própria terra, é ser estrangeiro na terra que te acolhe. Imigrantes são seres híbridos carregados de riqueza cultural prontos para viver e conviver com o diferente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.