Por que o dia 18 de maio é tão importante para os haitianos?

1
1466
Haitianos aproveitam final da missa para posar com a bandeira nacional. Crédito: Rodrigo Borges Delfim/MigraMundo - mai.2014

Atualizado em 18/05/2020

O dia 18 de maio pode ser um dia corriqueiro para os brasileiros, mas é uma data da maior importância para os haitianos. Nela é celebrada o Dia da Bandeira do Haiti, um marco no processo de independência da França, país do qual foi colônia.

Uma das versões mais aceitas é que exatamente em 18 de maio de 1803, durante o Congresso de Arcahaie, Jean Jacques-Dessalines – que seria responsável por proclamar a independência do Haiti – rasgou a parte central da bandeira francesa e costurou o azul e o vermelho restantes, simbolizando a união entre negros e mulatos.

Nascia assim a bandeira do Haiti, país que viria a alcançar sua independência oficial em 1º de janeiro de 1804.

O Haiti entrou para a história como a primeira nação negra a se tornar independente no mundo e a primeira a se emancipar na América Latina e Caribe – no continente americano, o primeiro país foi os Estados Unidos, em 1776.

Além do azul e do vermelho, a bandeira haitiana recebeu anos mais tarde o brasão de armas do país, composto por um conjunto de armas que remetem ao desejo do povo haitiano de se libertar da colonização francesa, além de uma palmeira real. Junto com ela, o lema do país, “a união faz a força”.

A bandeira haitiana chegou a sofrer algumas mudanças ao longo da história. Durante a ditadura da família Duvalier (1964-1986), por exemplo, as cores eram o vermelho e o preto. Após o fim do período ditatorial, a bandeira haitiana voltou ao formato anterior, em vigor até hoje.

Bandeira do Haiti usada na decoração da Festa da Bandeira, na Missão Paz, São Paulo.
Crédito: Rodrigo Borges Delfim/MigraMundo – mai.2014

Essa união do povo haitiano, mesmo entre os dispersos mundo afora, fica bem evidente nas mobilizações para celebrar a bandeira. No Brasil não é diferente e a comunidade haitiana aproveita o próprio 18 de maio (quando possível) ou uma data próxima para também celebrar a festa da bandeira.

Para 2020, no entanto, o mais provável é que tais eventos não ocorram, em razão das medidas de isolamento social criadas para conter a pandemia de coronavírus. O que não deve impedir, no entanto, que os haitianos demonstrem seu orgulho da pátria mãe.


*Venha ser parte do esforço para manter o trabalho do MigraMundo! Conheça nossa campanha de financiamento recorrente e junte-se a nós: https://bit.ly/2MoZrhB

*Que tal receber notícias do MigraMundo diretamente em seu WhatsApp? Basta acessar este link e entrar em nosso grupo de distribuição de conteúdo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.