Quer apoiar um empreendedor imigrante? Projeto em SP busca mentores voluntários

0
438

A Aliança Empreendedora, entidade que apoia e capacita micro e pequenos empreendedores, está buscando voluntários que tenham interesse em atuar como mentores de donos de oficinas de costura, a maioria deles imigrantes bolivianos ou latino-americanos.

A ação faz parte da nova fase do projeto Tecendo Sonhos, iniciativa da Aliança desenvolvida atualmente em parceria com a BrazilFoundation. O intuito do projeto é de promover relações de trabalho mais justas na cadeia da moda e têxtil de São Paulo, combatendo assim situações de trabalho escravo.

As inscrições vão até 05 de fevereiro e podem ser feitas por meio deste link. Para esse processo de inscrição a Aliança busca por mentores na cidade de São Paulo (SP) que, além da mentoria, também tenham o interesse de conhecer diferentes culturas e realidades.

Aliança Empreendedora busca mentores voluntários para o projeto Tecendo Sonhos, que atua com micro e pequeno empreendedores - principalmente imigrantes. Crédito: Divulgação
Aliança Empreendedora busca mentores voluntários para o projeto Tecendo Sonhos, que atua com micro e pequeno empreendedores – principalmente imigrantes.
Crédito: Divulgação

Os mentores selecionados vão acompanhar um microempreendedor no desenvolvimento do seu negócio por um período que pode variar de 6 meses a 1 ano. Essa mentoria ocorre por meio da troca de ideias, conhecimentos e experiências, podendo ter influência direta na história de imigrantes donos de oficinas de costura.

Os selecionados irão participar ainda de um treinamento presencial da metodologia de mentoria da Aliança Empreendedora, com apoio da equipe de especialistas na temática de promoção de relações justas de trabalho na cadeia produtiva têxtil. Essa capacitação acontece em fevereiro, na cidade de São Paulo.

A Alinha busca melhorar as condições, dar visibilidade e valorizar o trabalho das oficinas de costura. Crédito: Mário Pimenta/Alinha
Projeto busca apoiar micro e pequenos empreendedores do setor da moda e têxtil, entre os quais muitos são imigrantes.
Crédito: Mário Pimenta/Alinha

Em fases anteriores, o projeto Tecendo Sonhos aplicou o treinamento de mentoria para entidades diretamente envolvidas com imigrantes. Entre elas estão o CAMI (Centro de Apoio ao Migrante), o projeto Si, Yo Puedo!, 0 CIC do Imigrante (Centro de Integração e Cidadania), da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, a PAL (Presença na América Latina) e a startup Alinha – que dá apoio tecnológico e metodológico para pequenos negócios do setor têxtil e da moda.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.