Vídeo mostra como fazer saque do auxílio emergencial a partir do app Caixa TEM

Opção vale para os beneficiários que tiveram contas abertas junto à Caixa para recebimento do auxílio emergencial, operadas pelo aplicativo Caixa TEM

0
95

Solicitantes do auxílio emergencial — incluindo imigrantes e refugiados, independente da situação migratória — que tiveram contas digitais abertas na Caixa Econômica Federal têm a opção de sacar em dinheiro o benefício.

A opção vale para os beneficiários que tiveram contas abertas junto à Caixa para recebimento do auxílio emergencial. Para isso, é necessário o uso do aplicativo Caixa TEM, por onde essa conta digital é movimentada.

O canal da Caixa no YouTube conta com um vídeo que explica como deve ser realizada a operação de saque. O portal Valor Investe também publicou um tutorial em texto, que pode ser acessado aqui.

Em suma, o usuário vai usar o aplicativo para gerar um código de seis dígitos. É com esse número, que tem validade de duas horas, que será possível fazer o saque no caixa eletrônico, ou pedir o saque em uma casa lotérica e correspondentes bancários da Caixa.

Caso ultrapasse esse tempo, é necessário gerar um novo código no aplicativo para realizar o saque.

Vale lembrar que as operações presenciais devem ser evitadas, como forma de prevenção. Caso seja necessário ir à rua, utilize máscara no rosto, higienize as mãos com álcool gel e evite aglomerações, entre outras recomendações.

Também vale lembrar que o aplicativo da Caixa tem apresentado erros de funcionamento devido à alta demanda.

O que é o auxílio emergencial

Criado para atenuar os efeitos do isolamento social imposto para frear a disseminação do coronavírus, o auxílio consiste em três parcelas de R$ 600, pagas de acordo com calendário definido pela Caixa Econômica Federal.

Qualquer pessoa que se enquadre nos critérios definidos pelo governo pode solicitar o auxílio emergencial, inclusive imigrantes e refugiados — independente da situação migratória.

Na última semana, A divisão paulista da DPU (Defensoria Pública da União) divulgou um ofício para ser utilizado em caso de dificuldades com pagamento de auxílio-emergencial para migrantes sem documentos de identificação brasileiros ou com prazos de validade vencidos.  O documento lembra ainda que a negação do benefício “caracteriza violação ao direito do/a imigrante à assistência social”

A partir das duas lives já promovidas pelo MigraMundo, em parceria com a Missão Paz e a DPU (Defensoria Pública da União), foram elaboradas respostas a algumas das perguntas mais frequentes a respeito do acesso de imigrantes ao benefício (clique aqui para acessar o material).

Questões específicas podem ser enviadas para o e-mail juridico@missaonspaz.org .


*Venha ser parte do esforço para manter o trabalho do MigraMundo! Conheça nossa campanha de financiamento recorrente e junte-se a nós: https://bit.ly/2MoZrhB

*Que tal receber notícias do MigraMundo diretamente em seu WhatsApp? Basta acessar este link e entrar em nosso grupo de distribuição de conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.